Para navegar pelas várias páginas à sua espera, clique sobre os títulos!

sábado, 6 de fevereiro de 2021

VIII. INFORDIÁLOGOS na Rocha Treme - COMPUTADORES PROGRAMÁVEIS

 

Desta vez Byte tinha aceitado irem na velha Famel que Bit tinha recuperado. Em vez de ir directamente para a Ponta da Rocha, Bit guinou para a direita, em direcção ao pequeno largo onde a estrada terminava.

— Prof Byte vamos beber uma gasosa fresquinha ali na Taberna. ‘Bora lá pago eu!

— Não digo que não, tenho a garganta seca e com um sabor a gasolina. — E pondo um ar mais sério que o habitual, — Já sabes que detesto que me chames prof, isso não é nada.

Entraram na Taberna, vazia naquele fim de tarde, e sentaram-se a uma mesa com uma vista fabulosa sobre a Praia da Amoreira. Com simpatia o empregado serviu-lhes as gasosas e, por gentileza do patrão, deixou-lhes um pires com burgaus.


— Está-se aqui lindamente, um bom sítio para a nossa converseta, — murmurou Byte, quase imperceptível.

— Então acaba lá com os burgauzitos e prepara-te para ouvir. Hoje vais conhecer uma das mais importantes figuras do século XIX, Charles Babbage.

— Prof, desculpe, professor, esse nome não é totalmente novo para mim. Já li qualquer coisa sobre ele, ou sobre a mulher dele, a Anna Love qualquer coisa.

— Estás a confundir nomes e pessoas. — Byte pigarreou — Babbage foi um cientista, matemático, filósofo, engenheiro mecânico e inventor londrino e é-lhe atribuído o conceito de um computador programável.

— Ora aí está uma profissão que eu gostaria de ter: programador de computador…

— E achas que te tornarás programador por inscrição?! Tens de queimar muitas pestanas…

— Pois Babbage projectou, apenas projectou o primeiro computador de uso geral, utilizando apenas partes mecânicas, a que deu o nome de Máquina Diferencial e, mais tarde, outro projecto chamado Máquina Analítica.

— Ele estava muito à frente para o seu tempo, — continuou Byte, — o seu invento exigia técnicas bastante avançadas e caras na época, e… nunca foi construído.


— Então e a Ana Love? — Inquiriu Bit.

— Já percebi que não vais além de uma vaga ideia, — respondeu Byte, — vaga ideia, mesmo muito vaga. Trata-se de Lady Adda Lovelace, sua amiga, filha de Lord Byron, é considerada a primeira programadora de computadores, tendo escrito o primeiro algoritmo para ser executado por uma máquina.

— Para te localizares na linha do tempo anota que Babbage viveu entre 1791 e 1871 e Lady Ada entre 1815 e 1852.

— Terminámos. Agora sou eu a convidar. Vai mais uma gasosa e uns burgauzitos?

Sem comentários:

Publicar um comentário